O Grupo VELUX publica novo relatório RC

25 de março de 2014

O relatório de Responsabilidade Corporativa recentemente publicado pelo Grupo VELUX mostra que a empresa está na vanguarda em termos de sustentabilidade. Para além de ter um número historicamente baixo de acidentes relacionados com o trabalho, o relatório também mostra que as janelas de sótão VELUX possuem uma pegada de CO2 positiva.


O Relatório de Responsabilidade Corporativa de 2013 do Grupo VELUX acabou de ser publicado. O relatório, intitulado Construir uma Empresa Modelo, baseia-se no objetivo do Grupo em ser uma empresa modelo que trabalha com produtos úteis para a sociedade e que trata os seus clientes, fornecedores, colaboradores, acionistas melhor do que a maioria das outras empresas.


Janelas de sótão com uma pegada de CO2 positiva

Em 2013, o Grupo VELUX publicou Avaliações do Ciclo de Vida para o Norte da Europa de produtos centrais. A análise dessas avaliações mostra que uma janela de sótão VELUX poupa mais CO2 no seu período de vida útil do que custa a produzir e eliminar; graças à energia térmica solar gratuita que a janela produz, esta reduz a necessidade de aquecimento nos meses de inverno.

"Tivemos sempre o objetivo de fabricar produtos que façam um contributo positivo para a sociedade em geral. E com o conhecimento de que os edifícios são responsáveis por 40% do consumo de energia no mundo ocidental, é importante para nós que os nossos produtos contribuam para uma forma mais sudável e sustentável de conceber edifícios. As análises ACV mostram que as nossas janelas de sótão ajudam a reduzir as emissões totais de CO2 em 4-500 kg desde o início até ao fim do ciclo de vida", refere Jørgen Tang-Jensen, Diretor-geral do Grupo VELUX.


Menor número de acidentes e com menor gravidade

O novo relatórtio revela tendências encorajadoras não só para a sustentabilidade – 2013 foi também um bom ano para o Grupo VELUX em termos de acidentes relacionados com o trabalho. O Grupo comunicou 2,4 acidentes por 1 milhão de horas de trabalho e ausências resultantes de acidentes de 0,3 horas por 1000 horas de trabalho.

"Nunca antes tínhamos visto tão poucos acidentes no trabalho, nem tão poucas ausências provocadas pelos mesmos. O relatório mostra que não só há menos acidentes, mas também que não são tão graves. Este resultado deixa-nos muito satisfeitos e extremamente orgulhosos. A segurança das nossas pessoas é extremamente importante para nós", refere Jørgen Tang-Jensen.
"Apesar de este ser o valor mais baixo para acidentes relacionados com o trabalho em toda a nossa história, não atingimos plenamente o objetivo traçado nos nossos Índices de Desempenho Chave. Mas o trabalho prossegue, com um foco diários constante na segurança do trabalho, principalmente nas nossas fábricas, para atingir o nosso objetivo a longo prazo que, por definição, é obter zero acidentes."


19% de redução em emissões de CO2 – mas o nosso objetivo ainda não alcançado

Em 2013, o Grupo VELUX reduziu as suas emissões de CO2 em 19% comparativamente aos número de base de 2007. Este resultado fica um pouco aquém do objetivo de atingir 50% até 2020.

"Ainda não chegámos bem onde queríamos estar nesta fase em termos de emissões de CO2 – mas vamos manter o nosso objetivo para 2020. Atingiremos este objetivo continuando a melhorar a nossa eficiência energética, principalmente nas fábricas", conclui Jørgen Tang-Jensen.


158 milhões de euros devolvidos à sociedade

Em 2013, AS FUNDAÇÕES VELUX – VILLUM FONDEN e VELUX FONDEN – fizeram donativos de 158 milhões de euros para as ciências naturais, ambiente, fins sociais e culturais, humanidades e pesquisa em gerontologia e oftalmologia na Europa. O principal proprietário do Grupo VELUX é a VILLUM FONDEN.